efeitos colaterais do minoxidil
Share on facebook
Share on pinterest
Share on twitter
Share on whatsapp

Minoxidil: Descubra Tudo Sobre O Que É e Como Usá-lo!

Comprar Minoxidil Kirkland
Clique e compre agora Minoxidil Kirlkand

O Minoxidil é um famoso produto desenvolvido para o tratamento capilar que atua na recuperação dos fios, tanto capilares, quanto de outras regiões do corpo.

Comumente utilizado por homens, ele é bastante indicado em casos de calvície.

Mas, servindo como solução ainda para quem deseja preencher falhas em diferentes regiões como:

  • Couro cabeludo;
  • Barba;
  • Sobrancelhas.

Desse modo, apesar de fazer mais sucesso entre o público masculino, por vezes ele também acaba sendo buscado pelo feminino.

Para se ter resultado em seu uso, é preciso entender bem como esse produto funciona. Uma vez que, ele pode causar efeitos colaterais.

Ainda mais, quando utilizado em associação com outros itens para tratamento capilar – o que por vezes, acaba sendo contraindicado.

Diversas são as dúvidas que muitas pessoas que o procuram têm. Porém, uma coisa é fato, esse é um produto que realmente dá resultados!

Então, se você quer saber mais sobre o Minoxidil e tirar dúvidas quanto ao seu uso, resultados, efeitos coletarias e muito mais, continue lendo este guia.

O Que É Minoxidil?

Bastante conhecido no Brasil e no resto do mundo, o Minoxidil é um medicamento que tem por objetivo tratar problemas de origem capilar.

Descoberto em 1965, inicialmente este era utilizado para tratar problemas graves de hipertensão arterial. Pois, ele possui ação hipotensora.

infográfico minoxidil

Ou seja, ele é um medicamento que reduz a pressão arterial de modo a promover o efeito de vasodilatação de forma eficiente e prolongada.

” Vasodilatação é o processo de dilatação dos vasos sanguíneos, em consequência do relaxamento do músculo liso presente na parede desses mesmos vasos. É o processo oposto à vasoconstrição.” – segundo a Wikipédia.

Mas, como isso se conecta exatamente ao crescimento capilar, certo? Através da vasodilatação das paredes de nossas artérias, o que leva a aceleração do transporte de:

  • Aminoácidos;
  • Oxigênio;
  • Glicose.

Quando essas são recebidas com maior frequência e agilidade no organismo, ocorre então, o aumento do fluxo sanguíneo nos folículos capilares.

Sendo assim, o fator que leva ao crescimento de fios até então, inexistentes. Cientificamente falando, esse produto é responsável por causar um efeito chamado hirsutismo, de forma controlada.

Ou seja, o crescimento excessivo de fios/pelos terminais em mulheres, e nos homens, distribuído em áreas anatômicas.

Em meio a diversos tratamentos capilares que são prometidos no mercado de estética, o Minoxidil foi o única capaz de mostrar sua eficácia. E acima de tudo, segurança.

Levando-o assim, a ser o primeiro medicamento com registro oficial, devido aos seus efeitos capazes de serem comprovados.

Desde o final dos anos 60, ele se popularizou sendo vendido hoje, no mundo todo. O que faz com que ele seja encontrado até mesmo, em versões com fórmulas manipuladas.

A forma mais conhecida é a solução hidroalcoólica de minoxidil a 5% com propilenoglicol, também é a única liberada para uso, porém alguns laboratórios manipulam o minoxidil a até 15% de concentração.

É possível também encontrar shampoos com minoxidil, mas estes tem efeito prejudicado, já que o uso do shampoo com minoxidil fica apenas alguns segundos em contato com o couro cabeludo. 

O Minoxidil para seu efeito completo precisa de 4 horas para a total absorção da pele.

Como o Minoxidil funciona?

Esse medicamento é caracterizado como um produto tópico, ou seja, que atua diretamente sobre a região na qual espera-se obter resultados.

Quando aplicado, ele passa agir como um estimulante levando ao nascimento de novos fios. Bem como, o fortalecimento e crescimento elevado daqueles já existentes na região.

Por ser um vasodilatador, e melhorar a circulação sanguínea nos folículos capilares, esse produto age interferindo positivamente no seu crescimento.

A seguir vemos um pouco mais sobre o processo de crescimento dos pelos e fios, que é composto basicamente por 4 fases, sendo elas:

  • Anágena: considerada a fase inicial, essa é a responsável pelo surgimento/crescimento dos fios que chega até mesmo a 8 anos;
  • Catágena: em seguida, temos a fase na qual, o crescimento é interrompido temporariamente;
  • Telógena: na terceira fase, chega o momento em que os pelos/fios começam a cair;
  • Kenógena: temos para finalizar, a fase onde ocorre um repouso de semanas antes da substituição. Ou seja, do início de um novo ciclo.

Portanto, o Minoxidil atua principalmente sobre a fase anágena que é aquela responsável pelo crescimento, desenvolvimento e saúde dos fios.

Justamente por isso, esse produto acaba tendo uma função mais dinâmica. Pois, serve tanto para promover o surgimento de novos fios, preenchendo regiões afetas pela sua falta.

Bem como, fortalecer e até mesmo espessar, os pelos e fios presentes em outras regiões no caso de sua aplicação.

Além disso, esse produto possui outro efeito muito desejado, mas, pouco conhecido. Uma vez que, ele auxilia ainda no crescimento das unhas!

Sendo encontrado em diferentes formas, o Minoxidil pode ser visto como loção, gel, creme, esmalte, espuma e em forma de caneta.

Quanto Tempo o Minoxidil Começa a Fazer Efeito?

Por ser um vasodilatador que age em diferentes folículos capilares, o Minoxidil pode ser utilizado para diferentes finalidades:

  • Contra a queda de cabelo;
  • Preenchimento de falhas na barba;
  • Fortalecimento e espessura;
  • Crescimento e volume para barba;
  • Até mesmo, em unhas e sobrancelhas.
por quanto tempo usar minoxidil

No entanto, apesar de possuir diversas finalidades, ele melhor atua sem dúvidas, no combate a calvície e alopecia androgenética.

Sendo ainda mais eficaz para pessoas com menos de 40 anos. O que não impede seu uso além dessa idade.

Bem como, sendo seus efeitos ainda mais poderosos quando utilizados aos primeiros sintomas da queda ou enfraquecimento capilar.

Seguindo diversos estudos clínicos que apontam sua eficácia, os resultados do Minoxidil são o de regeneração capilar para os mais diversos pelos e fios.

Entre esses estudos, a média de pessoas que tiverem bons resultados fica entre 40 a 62% dos casos. Sendo testados majoritariamente, em homens, para termos de queda de cabelo.

Já para o crescimento, a maior parte de seus usuários, tanto homens quanto mulheres, atestam uma eficácia elevada.

De maneira geral, muitos usuários, relatam ver resultados do Minoxidil em cerca de 3 meses. O tempo de eficácia varia de acordo com:

  • Objetivos;
  • Tipo de uso;
  • Organismo do indivíduo.

Contudo, vale destacar que esse é um tipo de tratamento e não uma cura absoluta, você experimentará melhorias.

Por exemplo, o cabelo pode crescer, mas, nem sempre por completo. Assim como, pessoas já carecas não terão efeito com seu uso.

Além disso, por vezes a suspensão de seu uso pode causar a regressão dos efeitos.

O que faz com que o Minoxidil seja um tratamento de longo prazo. Não necessariamente de forma continuada, mas ao menos, periódica.

O que esperar então?

Como dito acima, os efeitos do Minoxidil variam de acordo com vários motivos, o principal seria o organismo do indivíduo.

Uma vez que a forma como ele responde ao tratamento é que mais influencia na sua decorrência. Em alguns casos, os resultados podem até mesmo ser “imediatos”.

Aparecendo com apenas alguns dias ou semanas de uso, mesmo que de forma sutil.

Entretanto, os resultados muitas vezes já ocorrem realmente desde o início do uso. Mas, de forma que não são vistos a olho nu, pois, depende do crescimento do fio/pelo.

O que leva em média, de 2 a 3 meses para ser notado e de acordo com o ritmo metabólico de crescimento de cada organismo.

Resumindo, desde o início do uso o produto já atua engrossando a estrutura capilar dos fios. Podendo ser notado seus resultados, apenas quando o crescimento se torna evidente.

Outro efeito que você deve esperar é que os novos fios possuam pontas finas, seguido da nova estrutura mais grossa – onde vemos o resultado.

Com isso, você perceberá claramente a transição que o fio está sofrendo, de forma positiva. Então, podemos resumir os efeitos/benefícios do Minoxidil como:

  • Crescimento capilar clinicamente comprovado;
  • Redução e/ou interrupção da queda de cabelo;
  • Fortalecimento dos folículos capilares enfraquecidos;
  • Renovação da fase anágena do ciclo capilar;
  • Média de 2 a 4 meses para notar os resultados.

Usos do Minoxidil

O Minoxidil pode ser usado para tratar desde doenças do couro cabeludo, como de forma estética, para obter uma barba mais grossa ou cobrir as falhas. Homens trans também usam o Minoxidil para obter a tão sonhada barba e pelos no peito.

Uso do Minoxidil no cabelo

Quando a loção de Minoxidil foi liberada para uso em 1988, sua indicação era o combate a calvície.  O uso de Minoxidil para queda de cabelo se mostrou muito eficaz, cerca de 70% dos usuários tem resultados positivos nos 3 primeiros meses de uso. Que se torna o primeiro produto indicado por dermatologistas para o combate a queda de cabelo, além de tratamentos complementares com vitaminas e acessórios como o dermaroller.
O Minoxidil é usado com êxito nas seguintes doenças do couro cabeludo:

  • Calvície ou Alopecia Androgenética

Conhecida pelas famosas entradas e posteriormente a coroa que se forma. O uso do minoxidil para calvície é recomendado logo que apresenta os primeiros sintomas, pois após a queda do fio e o fechamento do folículo se torna irreversível.

  • Alopecia Difusa

A alopecia difusa é uma enfermidade do couro cabeludo que acontece na maioria dos casos em mulheres 40% das mulheres com queda de cabelo sofrem desse mal. Apenas em 20% dos homens com problemas de queda de cabelo sofrem de alopecia difusa. O tratamento da calvície feminina com minoxidil é muito eficaz, pois com o engrossamento dos fios, ele cobre os fios perdidos e volta a dar volume ao cabelo.

Uso do Minoxidil na Barba

O Minoxidil também é muito usado na barba. Seja em jovens rapazes, ou em homens mais maduros.

O minoxidil quando usado na barba obtém resultados muito mais rápidos do que quando usado no cabelo. Pois não está combatendo nenhuma doença, apenas fortificando e estimulando o crescimento dos fios.

Homens trans também usam muito o Minoxidil para estimular o crescimento da barba e também pelos no peito.

 

Para a barba, o tempo é o mesmo?

Acima, falamos um pouco dos efeitos em geral, mas, como o maior público desse produto e o masculino com foco nesse propósito, iremos falar um pouco dele.

Quando se trata do uso para a barba, 

o Minoxidil apresenta efeitos mais rápidos. Em muitos casos, a diferença é notável ainda no primeiro mês.

Mais de 60% desse público consegue notar os efeitos dentro dos 30 primeiros dias de uso.

Para alguns metabolismo mais lentos que possuem um crescimento mais lento. Os efeitos podem ser notados no segundo ou terceiro mês.

Sendo muito raro, um efeito notório apenas a partir do quarto mês ou casos de não percepção de mudanças.

Além disso, nesses casos, o motivo se encontra na rotina de uso do produto. Ou seja, quando o paciente não segue o tratamento de forma contínua (inicialmente) e correta.

Quais São Os Efeitos Colaterais Do Minoxidil?

Assim como, em qualquer outro tipo de medicamento, muitas pessoas possuem dúvidas sobre possíveis efeitos colaterais.

Podemos dizer então, que apesar dos seus benefícios, o Minoxidil pode, sim, apresentar alguns. O que depende do organismo do indivíduo.

Ou seja, enquanto alguns experimentam certos efeitos, outros não relatam nenhum tipo de sintoma desse uso.

Basicamente, seu uso deve ser feito e observado a fim de identificar tais riscos. Em geral, quando eles se mostram presentes, os efeitos mais comuns são:

  • Coceira;
  • Vertigem;
  • Fraqueza;
  • Palpitações;
  • Shedding hair
  • Oleosidade capilar;
  • Incidência de caspa;
  • Ressecamento da pele;
  • Suor nos pés e nas mãos;
  • Dores de cabeça e/ou no tórax;
  • Crescimento de pelos/fios em outras partes do corpo;
  • Redução além do normal dos fios nas duas primeiras semanas.

Entre os efeitos colaterais, o penúltimo citado é um dos que por vezes confunde e desestimula o uso do produto.

Afinal de contas, ele não deveria causar o efeito contrário, certo? Pois bem, o Minoxidil atua no crescimento dos fios, por isso em alguns casos a quedas deles pode ser estimulada.

De modo a remover aqueles de saúde afetada a fim de trocá-los por novos fios, saudáveis, fortes e de maior qualidade, por assim dizer.

Em geral, os demais efeitos ocorrem apenas quando um mau uso do produto é feito. Comumente devido a uma aplicação excessiva.

Por isso é fundamental sempre verificar a dose indicada para cada tipo de tratamento, bem como, o uso ideal de cada textura do produto.

Outro motivo pelo qual esses efeitos podem ter alguma incidência, é nos casos de alergia a alguns dos componentes. Ou até mesmo, pessoas com grau elevado de sensibilidade.

Sintomas divergentes desse podem ser ocasionados por outro motivo, coincidindo com o período de tratamento.

Mas, caso haja algum tipo de suspeita, interrompa o tratamento de imediato e procure um médico dermatologista!

Existem contraindicações ao seu uso?

Acima, falamos um pouco dos possíveis efeitos colaterais do Minoxidil e com isso, surge outra dúvida que é a das contraindicações.

Basicamente todo tipo de medicamento possui estas. Então, neste caso, quais seriam elas? Confira abaixo:

  • Feocromocitoma e Porfiria: o uso desse remédio é contraindicado neste caso, pois, estimula a secreção de catecolamina no tumor. O que ocorre por causa de sua ação anti-hipertensiva;
  • Hipersensibilidade: a alguns dos componentes presentes em sua fórmula;
  • Insuficiência cardíaca sintomática: pois, em alguns casos pode causar o deterioramento de sua condição clínica. Nesses casos, muitas vezes um tratamento diurético ou alimentação com redução da ingestão de sal, podem minimizar tais respostas.

Além disso, o Minoxidil é contraindicado para crianças e mulheres grávidas ou lactantes, pois, podem atrapalhar no desenvolvimento do feto/bebê/criança.

Outra contraindicação comum é para pessoas acima de 50 anos de idade. Bem como, para quem sofre de pressão baixa.

Em todos os casos, o mais ideal é fazer uma avaliação médica antes de começar a utilizar esse produto!

Posso Usá-lo Em Conjunto Com Outros Tipos De Tratamentos?

Para finalizar este conteúdo, quero falar ainda sobre o uso do Minoxidil em conjunto com outros tipos de tratamento – interação medicamentosa.

Isso porque, a fim de potencializar os resultados, muitas pessoas pecam no uso casado. Mas, em contrapartida surge a dúvida se isso é permitido?

A dúvida é se há efeitos colaterais ou até mesmo sérios prejuízos à saúde que podem acontecer em decorrência dessa combinação.

De forma geral, nenhum tipo de interação medicamentosa quando o Minoxidil é associado a medicamentos sistêmicos. Ou seja, aqueles que possuem uma administração via:

  • Oral;
  • Venosa.

Isso porque a camada mais externa da nossa pele, chamada de camada de queratina ou estrato córneo, limita e controla a taxa de absorção desse produto.

Mas, essa capacidade pode ser alterada se em conjunto com ditranol e tretinoína. Pois, esses medicamentos atravessam a barreira de queratina.

O que faz com que a absorção do Minoxidil seja elevada quando utilizados em conjunto, sendo preciso observar se o possível aparecimento de efeitos colaterais – aqui citados ou outros.

1. Dermaroller:

O Dermaroller, é um aparelho manual de microagulhamento para uso estético que tem por objetivo estimular de forma natural a derme.

Algo que é feito através da penetração de microagulhas na pele. Quando isso ocorre, suas fibras de colágeno são rompidas, estimulando sua recuperação.

dermaroller-minoxiidl-barba-cabelço

De modo que, conseguimos que haja uma nova formação delas, gerando melhorias como maior sustentação e firmeza da pele.

O microagulhamento com Dermaroller é um tratamento caseiro de fácil aplicação. Podendo assim, ser feito para:

  • Diminuir os poros dilatados do rosto;
  • Eliminar estrias, cicatrizes (de acne) e pequenas feridas;
  • Disfarçar manchas, linhas de expressão e as rugas;
  • Promover o rejuvenescimento da pele – do rosto e corpo. Seu uso, por vezes, é indicado por dermatologistas para auxiliar no tratamento de calvície capilar e até mesmo da barba.

Portanto, sendo assim, permitido seu uso em conjunto com o Minoxidil. Dando preferência é claro, a recomendação de médicos especialistas antes de seu uso.

2. Multivitamínicos:

multivitaminicos combinados com minoxidil

Os multivitamínicos, ou polivitamínicos, são uma espécie de suplemento alimentar que tem por objetivo elevar o consumo de nutrientes.

Em geral, para auxiliar seu usuário em 

diferentes objetivos. Seja ela por questões de saúde ou até mesmo, de estética.

Por serem compostos de diferentes vitaminas e minerais apenas, eles se mostram nada mais nada menos do que tratamentos naturais e saudáveis.

A biotina ou vitamina b7 é de extrema importância para manter os cabelos, pele e unhas sempre firmes e vibrantes, a suplementação com esta vitamina e recomendada para que mantenha a saúde dos seus fios.

Sendo comumente indicados para auxiliar o corpo a alcançar sua necessidade nutricional diária. Dependendo da sua intenção de uso, eles podem ser manipulados.

Ou seja, produzidos de acordo com as necessidades individuais com foco em um determinado resultado.

Existem casos nos quais, a queda de cabelo pode ter como causador ou ser impulsionada pela falta de vitaminas e minerais. Nesse caso, os polivitamínicos são mais que bem-vindos.

Pois, eles irão dar o combustível que o corpo precisa para sua produção, já que o uso apenas do Minoxidil nesse caso pode não surtir resultados.

De forma resumida, podemos destacar que o uso desses dois tratamentos é permitido. Uma vez que um não prejudica o resultado do outro e, sim, complementa.

3. Óleos para barba:

Diversos são os tipos de óleos para barba que existem no mercado de estética e seu objetivo, em geral, é hidratar os pelos desta.

Bem como, amaciar, dar brilhar e modelar seus fios. Por isso, não existe uma contraindicação para o seu uso, sendo preciso apenas avaliar seus componentes.

A fim de verificar se nenhum deles, causa algum tipo de reação em conjunto com os componentes da fórmula do Minoxidil.

Conclusão

Vimos então, ao longo deste artigo, o que é e para que serve o Minoxidil, um dos medicamentos para tratamento capilar mais conhecidos do mundo.

Sendo o único com resultados comprovados em termos de eficácia e segurança. Além disso, falamos sobre seus resultados, efeitos colaterais, contraindicações e sobre seu uso junta a outros:

  • Medicamentos;
  • Tratamentos estéticos.

Desse modo, você encontra esse produto para iniciar seu tratamento em nossa loja online, a Minoxidil SP – clique aqui e confira nossos produtos.

Este artigo foi útil para você? Conte para nós nos comentários e compartilhe com seus amigos nas redes sociais, para que eles possam se beneficiar também!

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Gostou deste conteúdo? Inscreva-se e receba mais artigos como este!

Toda semana enviaremos artigos parecidos como este e você receberá em primeira mão!

Deixe uma resposta

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

MAIS LIDOS

O QUE É MINOXIDIL SP?

A Minoxidil SP é uma loja dedicada a vender Minoxidil, produtos para barba, além de suplementos alimentares. Localizada na cidade de São Paulo, atua des…continuar lendo

MAIS ARTIGOS

O que é Minoxidil SP

A Minoxidil SP é uma loja dedicada a vender Minoxidil, produtos para barba, além de suplementos alimentares. Localizada na cidade de São Paulo, atua desde

LEIA MAIS »